Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

VACINAÇÃO:

Não é só com os documentos que você precisa se preocupar na hora de planejar os detalhes do seu voo. Antes de viajar, a vacinação é de fundamental importância para quem vai para países tropicais ou com surto de doenças.
Um exemplo é o caso de febre amarela no Brasil. Por isso, você precisa saber as vacinas para viajar de avião que são recomendadas ou obrigatórias.
Então, fique por dentro de todas as informações para não ser pego desprevenido. Até porque, além de evitar ser barrado no embarque, você se protege e não corre o risco de pegar ou transmitir alguma doença.

REGRAS BÁSICAS DAS VACINAS PARA VIAJAR DE AVIÃO

Para todos os passageiros, a recomendação é estar em dia com suas vacinas. O que inclui tétano, difteria, sarampo, caxumba, rubéola, poliomielite, Haemophilus infuenzae tipo B – Hib e hepatite B.
A vacinação deve ocorrer, preferencialmente, entre seis e oito semanas antes da viagem e, pelo menos, com quatro semanas de antecedência. Além disso, você deve tomar vacinas para viajar de avião, especialmente, se for para zonas rurais, florestais ou que tenham grande contato com a natureza.

Para Voos dentro do território nacional:

A vacina de febre amarela para viajar dentro do Brasil é aconselhável para quem vai a regiões de matas e rios. Principalmente, se você for para as seguintes áreas:

– Todos os estados das regiões Norte e Centro-Oeste;
– Parte da região Nordeste (estado do Maranhão, sudoeste do Piauí, oeste e extremo-sul da Bahia);
– Região Sudeste (estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo);
– Região Sul (oeste dos estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul).

Para Voos fora do território nacional:

Quem vai visitar certos países na África, América Latina e Caribe, Ásia e Oceania também deve tomar a vacina de febre amarela para viajar. É necessário verificar as orientações com antecedência no consulado ou na embaixada do seu destino.
Uma vez que as regras são modificadas constantemente.
Nos casos em que a vacina contra febre amarela é obrigatória, o viajante precisa apresentar o Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia. Esse documento com as vacinas para viajar de avião deve ser mostrado no momento do check-in ou no portão de embarque.

Após voltar de uma viagem seja dentro do Brasil ou no exterior, você deve ficar atento a alguns sinais. Se tiver febre, diarreia, problemas respiratórios ou de pele, procure um médico e informe as regiões por onde passou.

 

(Fonte: Trecho retirado da ABEAR – Agência Brasileira das Empresas Aéreas)